A sustentabilidade se tornou importante para muitas pessoas que começaram a pensar melhor no meio ambiente. Junto com isso cresce também os cuidados com a alimentação.

É fato que existe alguns alimentos que podem fazer muito mal para o meio ambiente e ficar ciente disso pode ser muito importante na hora de colocar ou não esse alimento na boca.

Carne bovina

Carne BovinaO Brasil é hoje, o maior exportador de carnes do mundo. Apesar dos lucros que o país tem, os impactos ao meio ambiente são muitos.

A pecuária bovina é responsável pela emissão de pelo menos 50% dos gases-estufa, principalmente do gás carbônico (CO2) e do metano (CH4). O aumento da concentração desses e de outros gases na atmosfera é o que intensifica o efeito estufa, pois eles absorvem uma parcela da radiação infravermelha, aumentando a temperatura do planeta e causando o chamado aquecimento global.

O desmatamento para abrir pastagens para os rebanhos são muitos e para limpar esses terrenos, são realizadas queimadas, o que emite os gases-estufa e representa o maior fator de emissão desses gases no Brasil.

Além do consumo de carne, cada vez mais pessoas estão fazendo a dieta do leite, o que aumenta ainda mais a concentração de vacas. Estima-se que a produção de carne bovina utiliza 15 mil litros de água por quilo de carne.

Soja

SojaA soja representa uma força nova e poderosa entre as ameaças ao meio ambiente no Brasil.

A soja é um dos principais alimentos dos vegetarianos que é um é um regime alimentar baseado no consumo de alimentos de origem vegetal. Define-se como a prática de não comer qualquer tipo de animal, com ou sem uso de laticínios, ovos e os alimentos ricos em carboidratos complexos.

O desmatamento para cultivar a soja é responsável por 473 milhões de toneladas de dióxido de carbono sendo liberado na atmosfera. Para cada 450 g de grãos de soja produzidos são usados mil litros de água.

Peixes

PeixesNão é de hoje que cientistas advertem que as atividades de pesca no mundo estão empobrecendo nossos mares e oceanos. As populações de grandes peixes predadores, um indicador chave da saúde deste ecossistema, estão desaparecendo.

A pesca excessiva de uma determinada espécie não prejudica apenas a população, mas pode ter efeitos graves na cadeia alimentar e da biodiversidade.

Óleo de palma

Óleo de palmaO óleo de palma é um óleo vegetal extraído da fruta encontrada nas palmeiras. Metade das comidas industrializadas contém este óleo porque dá uma maciez às comidas e facilita a sua conservação.

O óleo de palma é um dos maiores responsáveis pelo desmatamento nos tempos atuais. Impulsionados pela grande demanda do óleo, países asiáticos enfrentam casos de desmatamento e morte de animais devido às queimadas florestais feitas para fins de expansão, pondo em risco a saúde da população, da fauna e flora.

A destruição de florestas tropicais e turfeiras acaba contribuindo para o aumento da produção de emissão de gases de efeito estufa e impacta a biodiversidade pois reduz o habitat de várias espécies endêmicas, como os orangotangos, ou seja, não ajuda a natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *