Como cuidar da aparência sem prejudicar o meio ambiente

Os cuidados ao meio ambiente está cada vez mais comum entre as pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável causando o menor impacto possível ao meio ambiente.

E os cosméticos naturais ou orgânicos ganham cada vez mais espaço entre o público que quer cuidar da aparência sem agredir a natureza. Cosméticos naturais porquê esses produtos são formulados com ingredientes que não agridem a natureza e toda a matéria-prima utilizadas nestes cosméticos são consideradas biodegradáveis e pouco poluentes.

Com isso esses produtos ajudam minimizar o impacto ambiental em todas as fases do processo de fabricação do produto.

Além disso, os produtos cosméticos costumam desencadear menos processos irritantes ou alérgicos, isso porquê há uma substituição das substâncias sintéticas por outras naturais, com isso há uma redução nos efeitos tóxicos sobre a pele.

Produtos que podem agredir o meio ambiente

Cosméticos naturaisUm dos produtos que ultimamente está causando um grande impacto no meio ambiente são os shampoos.

Apesar de cada modelo de xampu ter uma formulação específica, todos eles seguem uma mesma estrutura química, composta basicamente por: veículo, agente de limpeza, estabilizador de espuma, agentes condicionadores, espessantes e aditivos. E infelizmente que boa parte dessas substâncias fazem mal ao meio ambiente.

Os cremes para pele seguem com uma parecida estrutura química. A parte boa é que já existem cremes que utilizam substâncias naturais que não agridem o meio ambiente. Um desses cremes é o Instantly Ageless que se tornou muito conhecido devido seus resultados serem instantâneos.

Um ponto interessante desse creme é o seu valor, é possível encontrar Ageless preço competitivos com outros cremes populares. Com isso seu consumo está cada vez mais aumentando entre as pessoas.

Assim como na alimentação, muitos produtos de cosméticos produzidos organicamente possuem um preço mais alto do que os produtos populares. O custo é devido aos procedimentos de certificação a que são submetidos esses cosméticos, à escassez de terrenos para a prática da agricultura orgânica e à dificuldade de se encontrar fábricas preparadas para atender às obrigações ambientais.

No vídeo abaixo é mostrado como fazer um shampoo, condicionador e creme natural:

Já esse vídeo mostra como fazer um hidratante natural:

Vestindo roupas sustentáveis

Roupas sustentáveisTodo mundo quer se vestir bem e o que você acha de vestir roupas da moda verde? Isso é, vestir roupas sustentáveis?

No geral, a indústria da moda têm um forte impacto ambiental, isso porquê muitos fabricantes de roupas usam tecidos de origem animal, como couro, lã e seda; vegetal, como o algodão; e sintéticos, criados a partir do petróleo.

Porém, existem outros fabricantes de roupas que estão ganhando espaço que são os fabricantes que produzem roupas sustentáveis, isso porquê as roupas são fabricados com materiais alternativos que ajudam a preservar a natureza.

O papo do momento agora é sustentabilidade e nada melhor do que vestir uma roupa sustentável para diminuir o consumo e evitar a escassez dos recursos da natureza.

Tanto homem, tanto mulheres desejam se vestir melhor e ter um código estilo e por isso que você deve começar investir nesse tipo de roupa.

Marcas sustentáveis

É tempo de consumo sustentável. O verde está na moda e a onda ecologicamente correta vem ganhando destaque no mundo fashion há algumas temporadas.

Existem roupas para todos os gostos, apesar de confeccionada com produtos alternativos, a moda verde pode oferecer roupas mais sofisticadas e opções variadas, como vestidos, sapatos e até acessórios.

Acreditam que no futuro até as roupas de futebol seguirão essa tendência, o que é ótimo. Pois o mundo do futebol e do trader esportivo são gigantescos e a sustentabilidade vindo deles já será um grande ganho para a natureza em si.

Mais o que você acha de você mesmo fazer suas roupas sustentáveis utilizando chá-verde, açúcar, levedura e um pouco de vinagre?

Sim, isso é verdade e foi isso que descobriu a designer de moda Suzanne Lee, que desenvolveu esse método. A ação dos fungos sobre a mistura produz camadas de celulose com o aspecto semelhante ao de um papiro que podem ser usadas como tecido. O material ganhou o nome de BioCouture.

Veja a foto da jaqueta abaixo:

Jaqueta Sustentável

A artista Erin Smith que trabalha para a Microsoft Research desenvolveu um vestido de casamento a base de fungos. Erin usou a parte branca do fungo, conhecido como micélio. E, depois de usada, a peça pode ser descartada ao ar livre para se decompor.

Embora a maior parte dessa tecnologia ainda esteja em desenvolvimento e possa representar um alto custo para o consumidor final quando for colocada à venda, ainda é possível utilizar a receita disponibilizada por Suzanne Lee para criar o seu couro em casa e fazer suas próprias roupas de maneira sustentável.

Fonte: http://www.hypeness.com.br/2016/05/a-nova-geracao-de-roupas-sustentaveis-que-esta-prestes-a-mudar-o-mundo-da-moda/